3 Crença Emocional que pode eliminar seu sonho para (sempre)

Você pode estar perguntando: porque eu tenho motivação, tenho pensamento positivo, mas não consigo dar aquele passo que vai transformar meu sonho em realidade.

Essa pergunta é feita por nós em algum momento da nossa vida ou várias vezes, ou podemos viver uma vida inteira sem fazer essa pergunta e com isso nunca ter uma resposta. Eu mesmo só tive a resposta depois de muitas perguntas.

Deus nos ama tanto que nos deu a liberdade para decidir a nossa vida, por isso a cada dia que passa eu sei que Ele  vai está sempre presente nas nossas decisões. Ele vai sempre fazer a sua parte e nós teremos que fazer a nossa, semeando boas sementes para colher bons frutos.

Como enxergamos os acontecimentos da nossa vida

Muitas vezes, deixamos-nos convencer que os acontecimentos externos controlam as nossas vidas e que foi nosso ambiente que moldou o que somos hoje. Quando acreditamos nisso, estamos criando uma crença dentro da nossa mente limitando nossos sonhos.

Não são os acontecimentos exteriores às nossas vidas que nos moldam, mas sim as nossas convicções sobre o significado desses acontecimentos.

Dois homens fazem 70 anos, mas cada um retira daí um significado diferente. Um sabe que sua vida aproxima-se do fim. Para ele, sete décadas de existência significam que o corpo deve estar a deteriorar-se e que é melhor começar a resolver os seus assuntos pendentes.

O outro conclui que aquilo  que uma pessoa é capaz em qualquer idade depende das crenças, e fixa um padrão mais elevado para si mesmo. Decide que a escalada pode ser um bom esporte para se começar aos 70 anos. Durante os 25 anos seguintes, dedica-se a essa nova aventura, escalando alguns picos dos mais altos do mundo.

Adubo Consumidor_300px

Como vê, não são os ambientes, nem os acontecimentos das nossas vidas, mas sim o significado que atribuímos aos acontecimentos, a forma como os interpretamos, que molda quem somos hoje e o que nós tornaremos amanhã.

 

Para que servem as crenças?

Para que servem as nossas crenças? É a força orientadora que nos diz o que produzirá dor e o que produzirá prazer. Sempre que algo acontece na nossa vida, o cérebro faz duas perguntas: Isto vai trazer dor ou prazer? O que devo fazer agora para evitar a dor e/ou alcançar o prazer?

A resposta a essas duas perguntas baseiam-se nas nossas crenças e as crenças são impulsionadas pelas nossas ações, e com isso ditando o rumo e a qualidade das nossas vidas.

Quando há crenças positivas sólidas, o pensamento positivo é uma consequência natural dos resultados positivos obtidos.

O problema de todas as crenças é que se torna limitações sobre decisões futuras a respeito de quem somos e do que somos capazes de fazer. Temos de nos lembrar, que a maioria das crenças é acerca do nosso passado baseados em interpretações de experiências agradáveis e dolorosas.

As crenças têm o poder de criar e o poder de destruir

Nós temos a capacidade espantosa de pegar em qualquer experiência das nossas vidas e criar um significado que tira o poder ou que pode salvar-nos a vida. Algumas pessoas pegaram na dor do seu passado e decidiram: Por causa disto, vou ajudar os outros.

Ou então porque perdi meu filho ou filha, vou marcar a diferença no mundo. Não é algo em que queriam acreditar, simplesmente a adoção deste tipo de crença era uma necessidade, algo que lhes permitiu juntar os fragmentos das suas vidas e seguir em frente, levando vidas proveitosas.

Temos que compreender que as nossas crenças têm o poder de nos deixar doentes ou de nos tornar saudáveis de um momento para outro. As vezes desenvolvemos crenças que criam limitações ou forças que nos tiram nossa motivação, nosso pensamento positivo e com isso perdemos muitas oportunidades de alcançar nosso sonho.

A menina que tinha pouco em casa

A menina que hoje é uma senhora, cresceu num ambiente de muitas dificuldades financeiras, passando muitas necessidades, se alimentando mesmo do básico e algumas vezes até isso faltava.

Essa menina cresceu, constituiu família e por causa do ambiente em que viveu na sua infância, das dificuldades financeiras e de algumas vezes ter passado fome, criou dentro dela uma necessidade de comprar no supermercado alimentação superior daquilo que era necessário para sua família.

Com isto ela tinha o seu orçamento estourado todos os meses, para não dizer dos alimentos que são jogados fora por não terem mais condições de serem aproveitados.

A menina que tinha muita fartura em casa

Essa menina não tinha o que se queixar, podia não ser rica, mas na sua casa era uma fartura na alimentação. Seu pai tinha a mania de comprar sempre em grandes quantidades os alimentos da casa, ela cresceu vendo seu pai ao passar pelas prateleiras do supermercado, colocando mais que aquilo que era preciso e da melhor qualidade.

Pois bem, ela cresceu, constituiu família, aquela vivência que teve em família na infância, também trouxe para ela um descontrole no seu orçamento, ela comprava sempre acima daquilo que precisava, tinha um desperdício na sua alimentação.

Essas situações são facilmente percebidas em muitas famílias. São duas pessoas que tiveram acontecimentos diferentes, tiveram dificuldades financeiras diferentes, mas tiveram interpretações iguais e criaram dentro delas uma crença de que tinham de fazer suas compras no supermercado em grandes quantidades pelo medo de faltar comida nas suas casas.

Mas o que é uma crença?

Mas o que é uma crença, afinal? A maioria das pessoas trata uma crença como se fosse uma coisa, quando na verdade é um sentimento de certeza em relação a algo. Se você acredita que é inteligente, o que realmente está a dizer é: tenho a certeza que sou inteligente.

Não é só ter motivação, ter pensamento positivo, é ter a certeza dentro de você que consegue atingir seu objetivo. A certeza acarreta poder.

Quando ouvi o Coach Paulo Vieira no programa da Ana Maria Braga dizer que dormiu pobre e acordou rico e que tudo mudou na sua vida. Pensei comigo, talvez nesse momento muitas pessoas podem pensar que é mais uma pessoa querendo vender sua imagem, seu produto, já que é considerado um dos maiores Coach do Brasil.

Seguir meu sonho ou desistir?

Mas para mim naquele momento, compreendia perfeitamente o que ele queria dizer, talvez uns meses antes teria a mesma desconfiança. Eu estava num momento difícil da minha vida, tinha que tomar uma decisão, seguir em frente com meu sonho ou desistir.

Foi quando ouvi Roberto Shinyashiki dizer a seguinte frase:

Se você quer realizar seu sonho, ajude as pessoas a realizar o sonho delas.

SonhoNeste momento aconteceu uma transformação dentro de mim. Antes de ouvir a frase, eu tinha todas as características que uma pessoa precisa para dar o próximo passo para realizar seu sonho. Otimista, cheio de motivação e com um enorme pensamento positivo de que um dia conseguiria realizar meu sonho de ser um palestrante.

Eu tinha tudo para dar certo, porque tinha e tenho Deus comigo. Nosso Pai Celestial fazia sua parte, mas eu não conseguia fazer a minha, tinha um enorme desejo, uma grande vontade, mas não conseguia acreditar que eu conseguiria ser um palestrante, isso me deixava angustiado.

Mas quando eu ouvi aquela frase aconteceu comigo o mesmo que tinha acontecido com o Paulo Vieira, nasceu dentro de mim, não o desejo de ser um palestrante, mas que a partir daquele momento eu era um palestrante.

Nasceu um palestrante não para realizar meu sonho, mas sim com uma missão de ajudar as pessoas a realizarem seus sonhos, mas acima de tudo, com uma missão maior, que é ajudar nossas famílias a terem uma vida simples e abundante.

Jardineiro_Assinatura_2

As 3 crenças emocionais que podem eliminar seu sonho para (sempre)

Fico pensando como um simples pensamento nosso, como por exemplo: Eu não tenho sorte, eu não mereço! Pode simplesmente acabar com seu  sonho para sempre, e o pior disso é que as pessoas acham que essas coisas não existem, até já ouviu falar mas acredita fortemente naquela velha crença de que isto só acontece aos outros.

Uma chamada de atenção de um professor me marcou para sempre, foi a uns quinze anos atrás quando participava de um curso no Senai-MG, essa dica foi muito importante para mim e na minha vida financeira tem um antes e depois dessa chamada de atenção.

Foi quando pegou um livro e disse: o que vou dizer agora pode mudar a vida de muitas pessoas, vai depender da escolha de cada um, da ação e da interpretação que vai dar a este livro.

Estou falando para vinte e cinco alunos sobre este livro, pela minha experiência uns dez vão ler o livro e achar muito interessante, mas infelizmente dois ou três no máximo vão colocar em prática as dicas desse livro.

Esse livro é o” Pai Rico Pai Pobre”. De (Robert T.Kiosaki e Sharon L. Lechter) eu fui um dos dois ou três, como disse foi muito importante na minha vida financeira, eu cometi muitos erros tentando acertar aplicando as dicas desse livro, mas hoje eu tenho um saldo positivo e acima de tudo, um conhecimento básico que me dá segurança na parte financeira.

Porque estou dizendo isto? Porque  quero que você esteja atento a essas três crenças que vou dizer. Têm outras, mas penso que estas são as que mais nos impedem de dar o próximo passo rumo aos nossos sonhos.

Crença do medo

Como o medo tem impedido muita gente de conseguir realizar seus sonhos, de ter uma vida abundante, de conquistar aquela pessoa que mexe com você. Eu mesmo sofri muito com esta crença do medo.

Eu não conseguia dar o próximo passo para ser um palestrante, sentia medo, medo de falar em público, medo de não saber o que tinha que fazer, medo de pensar que não teria pessoas interessadas em minhas palestras. Mas o principal mesmo era o medo de falar em público, foram muitos anos de sofrimento e angustia.

Lembro de uma situação na universidade quando fui apresentar um trabalho, tinha organizado da forma que achava que estava certo para fazer a apresentação e quando chegou na hora, imagina o que aconteceu? Deu um branco, minha colega assumiu o meu lugar, fiquei muito chateado, não com minha colega e sim comigo mesmo.

Naquele momento pensei comigo, não tem jeito, não consigo ser um palestrante e claro, isso fazia eu ficar mais longe do meu sonho de ser um palestrante. Mas tudo mudou quando Deus usou o Roberto Shinyashiki para dizer aquela frase, prova disso e que estou escrevendo esse artigo. Naquele momento deixei para trás todo aquele medo que me assombrava e me tornei um palestrante com uma grande missão de vida.

Como surge essa crença em nós? Pode surgir em qualquer altura da nossa vida, mas é na infância que a maioria das crenças limitantes cresce em nós, é também na infância por falta de maturidade que fazemos uma interpretação errada dos acontecimentos da nossa vida.

Uma pequena história reflete bem isto: Carlos tinha mais dois irmãos, ele hoje um adulto inseguro nos seus projetos, relatou que cresceu pressionado pelos irmãos que quando fazia qualquer coisa, tinha que fazer direito, porque se houvesse algum erro eles não o deixava em paz.

Ele foi crescendo e evitando fazer qualquer coisa perto deles. Hoje ele relata que não consegue dar seguimento em seus projetos, não gosta de trabalhar com mais gente e não aceita conselhos de outras pessoas.

Crença do merecimento

Quantas pessoas cheias de talento, pessoas que admiramos muito, pessoas que tinha tudo para ir longe, mas não consegue ir mais adiante por ter um sentimento de não ser merecedor de mais coisas e por isso só luta pelos bens de sobrevivência.

Criamos essa crença em nós por vários motivos, culpa, por ter tido uma infância pobre, de tanto ouvir que não pode isso, não pode aquilo, que é pecado ter mais que o outro. De ouvir pessoas a dizer que se uma pessoa está passando por uma situação difícil é porque ela merece passar por aquilo.

Muitas pessoas não conseguem receber algo de alguém com naturalidade, porque pensa que deve alguma coisa para aquela pessoa.

Adubo Espiritual_300px

Mas muitas pessoas que viveram com muita simplicidade, não conseguem atingir patamares maiores porque não conseguem viver uma realidade de vida abundante porque acha que está bom, que não precisa de mais para sobreviver, que está sendo ambicioso e aos olhos de Deus é pecado.

Mas Deus nos criou para ter uma vida abundante, todos nós somos merecedores de uma vida feliz. Isto só depende de nós, só depende das nossas escolhas, das nossas atitudes. Deus não nos limitou para sermos merecedores de coisas boas.

Crenças negativas sobre dinheiro

Crescemos ouvindo afirmações que nos impedem de ter uma vida abundante, que é o Projeto de Deus enquanto estamos aqui. Afirmações como estas por exemplo criam em nós crenças de que não podemos ter dinheiro:

  • Os ricos não vão entrar no Reino de Deus.
  • Pessoas ricas são desonestas.
  • Dinheiro não traz felicidades.
  • Os ricos tiram dos pobres para ficar mais rico.
  • Investir é só para ricos.
  • Para ganhar dinheiro é preciso trabalhar muito.

São algumas crenças financeiras como estas que vai nos impedir de buscar algo mais, por que colocamos na nossa mente que o dinheiro vai nos afastar de Deus. Realmente o dinheiro pode nos afastar de Deus se for escravizado por ele.

O problema é que estamos colocando o dinheiro com um objetivo maior, de um ideal maior, estamos correndo tanto que não estamos tendo tempo para nossas famílias e acima de tudo com isto distanciando de Deus.

O dinheiro tem que ser visto como uma ferramenta que nos potencializa a fazer coisas boas que agradam a Deus, que deve ser bem usada, com moderação, que deve ser usada para nos ajudar a realizar nossos sonhos.

Prosperidade é um dom de Deus, não há mal nenhum ser rico ou buscar prosperidade.  A cada dia que dia que busco mais a Deus, melhor vou compreendendo  muitas coisas, uma delas de que posso sim ter um bom relacionamento com o dinheiro, desde que eu tenha a consciência do seu devido lugar.

Por isso que eu digo que meu sonho de ser um palestrante, se tornou uma missão, onde quero ajudar as nossas famílias a terem uma vida simples e abundante trabalhando um equilíbrio espiritual, emocional e financeiro.

Espero que tenha gostando desse artigo, aproveite para saborear sem limitações. Escreva o que achou, se concorda ou discorda do que foi abordado, porque é com seus comentários que vamos melhorando.

Muito importante! Não esqueça o nosso grito de guerra.

Eu posso, eu quero, eu vou ser felizzzzzzzzz.

Adilson Silva
Um Jardinheiro sonhador que decidiu mudar o rumo da sua vida ao mesmo tempo em que também muda a vida de outros mostrando como ter uma vida equilibrada e apaixonante.

8 comments on “3 Crença Emocional que pode eliminar seu sonho para (sempre)”

  1. Miguel Messias disse:

    Continue a trabalhar assim adilson para alçancar a população toda e guiar as pessoas ao bom da vida

    1. Adilson Silva Adilson Silva disse:

      Com certeza meu amigo Messias, juntos vamos ajudar as pessoas a terem uma nova atitude. Obrigado pelo comentário. Grande abraço.

  2. Gil Guerreiro disse:

    Bom artigo Adilson!

    Continua estás no caminho certo.

    Um abraço!

    1. Adilson Silva Adilson Silva disse:

      Obrigado pelo apoio Gil!

      Sempre em frente.

      Grande abraço!

  3. Gedeon de Oliveira disse:

    Adilson, mais uma vez, parabéns pelo artigo, como sempre bons concelhos para se ter uma melhor qualidade de vida. Como já foi dito nos comentários anteriores, continue nesse caminho buscando sabedoria vinda de Deus para ajudar o próximo. Pois vejo que está no caminho certo. Forte abraço e fique com Deus.

    1. Adilson Silva Adilson Silva disse:

      Obrigado pelo grande apoio. Juntos e com ajuda de Deus vamos ajudar as pessoas a terem uma vida simples e abundante.

      Grande abraço Gedeon!

  4. Simone Lima disse:

    Veio na hora certa, tudo que eu precisava, para caminhar para frente,. Parabéns!!! e agradeço, precisamos de motivação!

  5. daniel disse:

    SUPER MEGA KIT WHATSAPP MARKETING ENVIOS EM MASSA

    Pedidos Na Area De Contatos

    SITE: http://vai.la/qZBN

    Whatsapp: (11)98197-6653

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *