Crise não, oportunidade!

Crise não, oportunidade!

      Crise não, oportunidade!

Crise! Se você é brasileiro, deve ter ouvido esta palavra várias vezes nos últimos anos.

E há quem diga que a tendência é só piorar.

Mas, este artigo não veio para te desanimar, pelo contrário, quero mostrar a você que tem um sonho e deseja alcança-lo que, independente a situação econômica do país, é possível chegar ao topo do monte.

Bom, primeiro, vou te explicar uma coisa. Vamos falar sobre consumo e isso implica em riscos e apostas. Que, podem ou não dar certo, isso depende muito de você, mas é claro que seu jardineiro vai te incentivar a escolher a melhor opção e afastar essa tal de crise pra lá!

Já aprendemos o perigo de fazer uma compra precipitada e sem planejamento, aliás, já aprendemos como fazer uma planejamento financeiro também.

O consumismo, o grande vilão, também já foi estudado e com certeza, vale a pena reler esses texto, eles precisam ser lembrados diariamente para não “escorregar” nas finanças de casa.

Agora, vamos juntos estudar as oportunidade que a crise carrega, até por que, eles existem, mas estão camufladas!

Primeiro, o básico…

O que é crise?

Crise não, oportunidade!

Crise não, oportunidade!

Em cenário federal, crise é o que nossa economia vive. Gasta mais do que ganha, e o dinheiro que tem, pelo menos na teoria, não consegue manter o país nos trilhos.

Isso acontece por diversos motivos. Podemos dizer que a política é o principal deles.

As incertezas nesse contexto causam insegurança dos grandes e pequenos investidores que, cada dia, buscam mais cautela na hora de firmam um negócio próspero em nosso País.

E essa é a receita da crise: Insegurança + falta de investimento.

E para vence-lá, precisamos justamente fazer o contrário.

Mas, estou me adiantando, antes de saber como sair dessa, vamos conhecer as consequências da tão temida crise.

Como a crise me afeta?

Além da insegurança em âmbito nacional, nesses casos, também temos de lidar com a informação que chega ao nosso emocional.

Por exemplo, você tem o sonho de comprar a casa própria, mas com as notícias de crise, teme não conseguir pagar, não liberarem seu crédito ou acha que não é o melhor momento.

Como a instabilidade sócio econômica do País sempre nos ronda, tendemos a desistir, antes mesmo de tentar.

Ai vem a frustração, o desânimo, e todos as barreiras que sua mente e suas emoções lhe impõe na tentativa de lhe fazer parar.

Isso acaba afetando suas relações familiares, principalmente quando os planos a tanto tempo alimentados por todos os integrantes, acabam esbarrando na insegurança e na famosa frase: “Será que nunca vamos chegar lá?”

Talvez seja isso que você está pensando agora. Mas, tenha calma. Algo bom ainda vai acontecer!

Como identifico a crise?

Crise não, oportunidade!

Crise não, oportunidade!

 Sabia que não é tão simples assim identificar uma crise?

Isso por que estamos acostumados a chamar de “crise” apenas uma situação irreversível que chegou ao seu limite.

Mas, a crise começa muito antes.

Por exemplo, a crise no casamento não começa quando um resolve sair de casa e sim quando o primeiro atrito não foi resolvido.

E nas suas finanças, quando foi que a crise começou?

Tenho um palpite… Foi quando você deixou de acreditar na realização de seus sonhos.

Quando o noticiário anunciou que os juros cobrados no valor de um carro zero bateu record ou quando a liberação de crédito para a casa própria ficou mais difícil?

A crise não começa no “fundo do poço” – a crise começa na reação negativa frente a primeira batalha!

Para quem é a crise?

 Querido, após ler o último tópico provavelmente você deve ter parado para analisar quando a crise começou em sua vida, mas eu te convido a pensar diferente.

Vamos pensar para quem a crise foi feita?

Na verdade, você é que escolhe se ela é sua ou não.

Lembra da história de José? Caso não lembre, é só clicar aqui.

Ele tinha tudo para se entregar a crise e viver reclamando da vida, mas ele preferiu deixar a crise para quem queria vive-la, por que isso, querido, é escolha sua.

Quer viver a crise? Viva!

Não quer? Parabéns, você fez uma ótima escolha!

Confuso, não é? Você pode estar pensando: “Mas, nos não escolhemos estar ou não em uma situação difícil”

Isso é verdade. Porém, escolhemos o que vamos fazer com ela.

Eu gosto da atitude das águias quando veem a chuva chegar e elas estão em pleno voo.

Você sabia que elas tem 3 opções quando avistam a tempestade?

São elas:

  • Voar o mais alto possível, acima das nuvens e praticamente “pular” a tempestade e só descer quando o tempo ruim já estiver passado.
  • Planar, desviando das gostas de chuva. Algo como abaixar a cabeça e voar de forma suave entre as águas.
  • Levantar a cabeça, encarar de frente usando toda a sua força para atravessar a tempestade o mais rápido possível.

Todas são boas escolhas e ela escolhe qual a melhor, dependendo da intensidade da chuva que a espera.

Percebeu uma coisa? Descer não faz parte das opções das águias.

Ela nunca, nunca, vai pousar e se render a crise que a atormentava.

Essa é a posição que um dos bichos mais corajosos do reino animal assume para mostrar que, quem escreve seu destino, não é a chuva.

A águia enxerga a oportunidade de vencer um obstáculo e ser mais forte e experiente após a jornada.

Como superar a crise?

Crise não, oportunidade!

       Crise não, oportunidade!

 Acho que já dei a resposta, não é?

Seja como a águia! Enxergue além do que as circunstâncias te mostram a vá a luta!

Uma dica: O cenário econômico não é favorável para vender, mas é extremamente vantajoso para quem quer comprar, então, que tal aprender a investir? Realizar uma boa compra? Sem medo e confiante que, assim como a águia, basta não entregar os pontos e seu sonho irá se realizar!

Analise, com inteligência e otimismo as oportunidades que o mercado te abre para aproveitar o momento da melhor forma possível e não se esqueça que se uma porta se fecha, outras se abrem.

A crise não foi feita para te derrubar e sim para te deixar mais forte.

Um beijo no seu coração, do jardineiro sonhador!

 

Adilson Silva
Um Jardinheiro sonhador que decidiu mudar o rumo da sua vida ao mesmo tempo em que também muda a vida de outros mostrando como ter uma vida equilibrada e apaixonante.

3 comments on “Crise não, oportunidade!”

  1. Paulo disse:

    ~~> Não poderia deixar de propagar esse BÊNÇÃO que recebi. CLIQUE NO MEU NOME E CONHEÇA ESSE MÉTODO

  2. Sarah Rainer disse:

    Adorei o blog, meus parabens!!

    1. Adilson Silva Adilson Silva disse:

      Obrigado Mairon pelo seu comentário. Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *